Dinâmica
publicidade   

Forças em Movimentos Curvos

Um carro (considerado ponto material) de massa m anda em uma pista circular de raio R. O coeficiente de atrito de escorregamento, entre pista e o veículo, é μ. Adote g para o valor da aceleração da gravidade local. Determine a velocidade máxima que o carro poderá ter na curva, sem derrapar.
Uma pequena esfera de massa m é introduzida num recipiente cuja superfície interna é um hemisfério de raio R. Imprime-se ao recipiente em questão uma rotação em torno do eixo vertical com velocidade angular ω. Determinar:
a) A intensidade da força que a esfera faz contra a parede;
b) O raio da circunferência descrita pela esfera quando em equilíbrio em relação ao recipiente.
Um carro percorre uma pista curva de raio R e inclinação θ. Qual será a velocidade máxima que o carro pode ter para fazer a curva independente do atrito?
Um cilindro possui o eixo principal vertical e raio R, girando no interior do cilindro, num plano horizontal, há uma pequena esfera. Sabendo-se que o coeficiente de atrito entre a esfera e a parede do cilindro é μ e a aceleração local da gravidade é g, calcule a menor velocidade tangencial da partícula para que ela faça a curva sem cair.
Numa haste cujo comprimento é L inclinada de um ângulo θ em relação à vertical, é enlaçado um anel que pode deslizar ao longo da mesma sem atrito. A haste é posta a girar, em torno de um eixo vertical que passa pela sua extremidade inferior com movimento uniforme. Determinar velocidade angular que deve ser efetuada pela haste para que o anel permaneça imóvel sobre a mesa no seu ponto médio.
Um automóvel de massa m passa por uma lombada, representada por um arco de circunferência de raio R, com velocidade constante, adotando g para a aceleração local da gravidade determinar:
a) A reação da estrada sobre o automóvel no ponto mais alto da lombada;
b) A velocidade máxima que o automóvel pode ter no ponto mais alto da lombada sem que as rodas percam contato com a estrada.

Exercícios Gerais

Os corpos A e B têm massas 3m e 2m e deslizam sem atrito sobre o plan o horizoncal, o corpo C, pendurado na corda, tem massa m. Cnsidere que a corda é inextensível e não tem massa, a roldana é de massa desprezível e sem atrito, e a aceleração da gravidade é g. Calcular as intensidades:
a) Da aceleração do corpo C;
b) Da reação de B sobre A.
O sistema esquematizado compõe-se de um elevador de massa M e um homem de massa m. O elevador está suspenso por uma corda que passa por uma polia fixa e vem às mãos do operador, a corda e a roldana são supostas ideais. O operador puxa a corda e sobe com aceleração constante a, juntamente com o elevador. São supostos conhecidos M, m, a e g. Determine a força que a plataforma exerce no operador.
Três corpos, A, B, e C estão suspensos, por cordas ideais, como representado na figura. O corpo B está suspenso simultaneamente por duas cordas, um ligado a A e outro a C. Determinar:
a) A aceleração e o sentido do movimento, se todas massa são iguais a m;
b) A aceleração e o sentido do movimento, se as massas A e C são iguais a m e a massa B igual a 3m;
c) Se as massas A e C são iguais a m, qual deve ser o valor da massa B para que o movimento se dê para cima com aceleração igual a 0,5g?
publicidade   

Licença Creative Commons
Fisicaexe - Exercícios Resolvidos de Física de Elcio Brandani Mondadori está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-Compartilha Igual 4.0 Internacional .